Notícia


Nino projeta acesso e artilharia da Série D do Brasileiro


Nino Guerreiro acumula bastante experiência no futebol e já defendeu mais dez equipes ao longo da carreira. Aos 35 anos, o atacante está em sua segunda passagem com a camisa do Cancão e conhece bem a Série D do Brasileiro, competição da qual já foi até artilheiro em 2012. Este ano, Nino projeta um grande Brasileiro e quer levar a Juazeirense ao seu segundo acesso nacional.

 

Como está sendo essa Inter temporada? Chegaram alguns reforços, deu para entrosar o time? A equipe está afinada para a estreia na Série D?

Estamos fazendo uma Inter temporada boa. A comissão técnica vem aplicando trabalhos intensos para que a gente possa chegar mais preparado possível nessa competição. Trabalhos físicos, técnicos e táticos. Os reforços chegaram, particularmente já conhecia alguns, são grandes jogadores. Estamos nos entrosando e evoluindo a cada dia para que a gente chegue bem na Série D.

 

Interporto, Itabaiana e Aparecidense. O que esperar desses adversários na fase de grupos da Série D?

São adversários muito difíceis. Itabaiana disputou a final do Campeonato Sergipano, o Aparecidense, salvo engano, disputou a semifinal do Goiano. Não tenho muita informação do Interporto, mas hoje por se tratar de um time da Série D, são sempre jogos muito difíceis. Temos que ir para a estreia sabendo que vamos encontrar dificuldades lá. Professor Rabello passou algumas informações, alguns treinos já fizemos em cima desses adversários. Temos que ir jogo a jogo para a gente fazer uma grande primeira fase para chegar bem no mata-mata.

 

Você já tem experiência na Série D. Vai brigar para ser artilheiro da competição?

Minha expectativa na Série D é muito boa. Já disputei muitas vezes, já fui artilheiro da competição em 2012 com o CRAC, de Catalão-GO, onde pude fazer 13 gols em 16 jogos. A cada ano vai ficando mais difícil a competição, as equipes vão se estruturando mais no Brasil. Então a tendência é que tenhamos uma Série D bastante competitiva. A Juazeirense é uma grande equipe, estamos entrando na competição para conseguir o acesso, claro que respeitando todos os adversários. Primeiro passo é buscar o acesso e depois a artilharia, que será muito importante para mim.

 

Antes da Série D, tem a Pré-Copa do Nordeste. O adversário é o CRB. Qual o espírito que o Cancão deve entrar para buscar essa vaga na fase de grupos?

É uma grande equipe, mas dentro de casa temos que fazer valer o mando de campo, jogar pra cima e jogar para ganhar. São dois jogos, como se fosse uma final. Temos que saber jogar esses jogos e dar o primeiro passo. Entre esses dois jogos teremos a estreia na Série D, então teremos que ter inteligência para conseguir essa vaga. Estamos focados para que a gente possa conseguir os nossos objetivos nas duas competições.