Notícia


Juazeirense deixa Baianão na semifinal, mas conquista vaga na Série D do Brasileirão e Copa do Brasil em 2021


O sonho de chegar a uma final do Campeonato Baiano de Futebol ficou pelo caminho para a Desportiva Juazeirense. Jogando na tarde deste domingo em Alagoinhas, mesmo vencendo o Atlético por 2 a 0, o Cancão de Fogo se despediu do certame de forma honrosa.

Pelos critérios de desempate, a vaga na final fica com o time de Alagoinhas, que volta a decidir o título 47 anos depois contra o mesmo Bahia, que eliminou o Jacuipense no outro jogo de volta da semifinal.

O placar de 2 a 0 foi construído nos dois tempos do duelo. Jeam abriu o marcador aos 5 minutos e Nino, de cabeça, aos 29’ do tempo final. O terceiro gol, que levaria a decisão para os pênaltis, ficou nas mãos e pés do goleiro Fábio Lima, que defendeu penalidade cobrada por Nino, aos 37 minutos.

Não faltou luta ao time ao longo dos 90 minutos, e a atuação deste domingo apaga o 4 a 1 no Adauto Moraes.

Semifinalista da competição estadual mais uma vez, a Juazeirense termina a competição de cabeça erguida.

O jogo

Precisando apagar a má impressão da primeira partida, a Juazeirense entrou em campo com mudanças na escalação e no plano de jogo: além do retorno do capitão Waguinho, o técnico Rabelo improvisou o veloz lateral direito Carlinhos aberto no ataque pela direita, e Jeam aberto pela esquerda. Os efeitos das mudanças começaram a aparecer logo aos 5 minutos, quando o atacante Jeam girou sobre o marcador e fez 1 a 0 para a Juazeirense.

Sem um especialista na armação das jogadas, e o gramado irregular que não permitia o toque de bola, a Juazeirense insistia nas bolas longas sem sucesso. Do outro lado, sem a liberdade do último jogo, o Atlético, em raros momentos de domínio, chegou a ameaçar a meta do goleiro Rafael em duas oportunidades, aos 29 e aos 37 minutos, e a primeira etapa terminou com a vitória parcial do Cancão por 1 a 0.

No segundo tempo, o Atlético cresceu de produção e aos 12 do 2º tempo, o lateral Felipinho acertou o travessão do goleiro Rafael em cobrança de falta. A entrada de Clebson injetou sangue novo no Cancão e aos 29’ o artilheiro Nino manteve a esperança da classificação ao fazer 2 a 0, de cabeça. O terceiro gol, que levaria a decisão para os pênaltis, esteve nos pés de Nino, ao desperdiçar pênalti sofrido por Jeam e defendido pelo goleiro Fábio Lima.

FICHA TÉCNICA

Atlético 0x2 Juazeirense

Semifinal, jogo de volta

Data: 02 de agosto de 2020, domingo

Local: Estádio Antonio Carneiro, em Alagoinhas

Horário: 16 horas

Gols: Jeam, aos 5’ do 1º tempo; Nino, aos 29’ do 2º tempo.

Atlético: Fábio Lima, Paulinho (Edson), Mailson, Eduardo e Felipinho; Lucas, Dedeco e Edilson; Tobinha, Russo e Magno Alves (Alex). Técnico: Agnaldo Liz

Juazeirense: Rafael, Rodrigo Ramos (Maycon), Olávio, Wendell e Digão; Waguinho, Patrik (Mateus Café) e Jeam; Carlinhos, Nino e Iago (Clebson). Técnico: Carlos Rabelo

Arbitragem: Edvalter Marinho dos Santos ©️, Elicarlos Franco de Oliveira (1) e Luanderson Lima dos Santos (2)