Notícia


Confiante, Juazeirense encara Atlético neste domingo (08) sem medo de ser feliz


A Desportiva Juazeirense entra em campo na tarde deste domingo (08), contra o Atlético, com objetivo definido: conquistar os pontos necessários para se firmar entre os quatro semifinalistas do campeonato baiano de 2020. E, para chegar lá, é fundamental repetir o futebol competitivo apresentado nos últimos jogos, em especial após a chegada do técnico Laelson Lopes, responsável por conseguir dar um padrão de jogo uniforme à equipe, e extrair dos jogadores o potencial e a confiança para ousar e superar os adversários.

Sem problemas para repetir ou alterar a escalação, o treinador conduziu a última atividade ontem à tarde, no Estádio Carneirão, local do duelo de logo mais às 16 horas, e em seguida os jogadores iniciaram a concentração no mesmo hotel em que a delegação está hospedada.

O bom momento da equipe no campeonato alimenta o clima de otimismo entre os torcedores, embora o confronto deva ser encarado com cautela, nas palavras do presidente Roberto Carlos: “Gosto de ver o entusiasmo da nossa torcida, acho que isso é positivo para aumentar a autoestima dos jogadores. Mas, quero lembrar o Atlético merece todo respeito, e será um jogo muito difícil” – afirma o comandante do Cancão.

Os problemas internos do adversário, explorados na mídia local, passam ao largo das preocupações da comissão técnica e dos jogadores.

- São problemas internos que só interessam a eles. Nossa preocupação é manter o foco para fazermos um bom jogo – afirma o gerente de futebol Rodrigo Góes.

Diferente dos outros jogos, quando veste a camisa número 9, o artilheiro Nino Guerreiro irá entrar em campo com a camisa 24, numa ação de marketing do clube contra a homofobia no esporte.

 

Carlos Humberto - Ascom / Juazeirense