Notícia


Classificado! Cancão vence o Interporto por 1x0 e avança ao mata-mata da Série D


O Cancão não exibiu o seu melhor futebol na noite deste domingo no Adauto Moraes, mas o objetivo foi alcançado. Com a vitória sobre o Interporto-TO, por 1x0, o Cancão está classificado para o mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. Foi com emoção. Jeam marcou o gol da classificação aos 40 minutos do segundo tempo. Com a vitória, a Juazeirense fechou a fase de grupos na segunda colocação do Grupo A-9 com onze pontos.  

O primeiro tempo foi bastante tenso para o Cancão. Nervoso em campo, a equipe tentava abrir o placar de qualquer maneira. Precipitado, perdeu boas chances. Nino Guerreiro, Jeam e Clebson pararam no goleiro adversário. Preocupado com o rendimento do time o técnico Carlos Rabello mexeu na equipe ainda na primeira etapa e promoveu a entrada do atacante Gustavo Balotelli. 

Na saída para o intervalo, os jogadores do Cancão demonstraram a insatisfação com o rendimento do time. "Tem que estar muito chateado. Temos que nos impor, colocar a bola no fundo do gol e sair daqui classificado", declarou o volante Waguinho. O zagueiro Emerson seguiu a mesma linha do companheiro. "Estamos um pouco afobados, a nossa linha de frente querendo definir de qualquer jeito e assim não vamos vencer. Eles vieram para não jogar bola e retardar o jogo. Temos que ter tranquilidade e abrir o placar para buscar a vitória", completou.

No segundo tempo o Cancão seguiu tentando abrir o placar de qualquer maneira. Jeam até abriu o placar, mas o juiz marcou impedimento. Toni Galego entrou no jogo para dar mais força ofensiva. A bola insistia em não entrar. Até a trave impediu o gol do Cancão.

Mas o Adauto explodiu aos 40 minutos da etapa final. No contra-ataque, a bola enfiada para Jeam, que saiu na cara do gol e teve calma, categoria para tocar na saída do goleiro e garantir o gol da classificação. Missão cumprida, a luta pelo acesso à Série C continua. Que venha o mata-mata!

 

FICHA TÉCNICA

JUAZEIRENSE

Gleibson; Rodrigo Ramos, Emerson, Emílio (Marquinhos) e Willian; Waguinho, Willian Kaefer (Gustavo Balotelli), Iran e Clebson; Nino Guerreiro (Toni Galego) e Jeam. Técnico: Carlos Rabello.

INTERPORTO

Amaral; Juninho, Walter, Rodrigo e Raimundo (Cleiton); Douglas (Clecio), Lucas (Marley), Arthur e Alef; Damião e Emerson. Técnico: Carlos de Oliveira.

 

Estádio: Adauto Moraes, em Juazeiro.

Gols: Jeam, aos 39 minutos do 2º tempo.

Cartão amarelo: Rodrigo Leite (Interporto)

Arbitragem: Tiago dos Santos, auxiliado por Ricardo Chianca e Daniele Felipe (todos de PE).