Notícia


Após reunião, Juazeirense desfaz elenco e comissão técnica


“Foi uma decisão difícil”, reconheceu o presidente da Desportiva Juazeirense, deputado Roberto Carlos, após reunião realizada na tarde desta quarta-feira 18, no Estádio Adauto Moraes, quando comunicou à Comissão Técnica, funcionários e jogadores a suspensão das atividades da equipe, em função do cada vez mais provável cancelamento do campeonato baiano de futebol 2020. As medidas anunciadas se estendem às equipes da base que mantém as atividades em Salvador.

Para o dirigente tricolor, “Nem de longe passava pela minha cabeça que tivéssemos que tomar medida tão drástica. Os prejuízos são incalculáveis para o clube, que vinha numa fase crescente na competição, e para os jogadores que, de repente, ficam sem o emprego e sem perspectiva de conseguir trabalho, vez que o que vai acontecer com o nosso futebol esse ano é uma incógnita.”

Roberto Carlos revelou que nos últimos dias manteve contato constante com a cúpula da Federação Baiana de Futebol, principalmente com o presidente Ricardo Lima, e com dirigentes de outros clubes, para embasar a decisão anunciada nesta quarta, seguindo o mesmo caminho adotado pelo Vitória da Conquista, que dispensou jogadores e cancelou as atividades da equipe profissional e da base, como foi divulgado por fontes da imprensa baiana.

Embora tristes, os jogadores concordaram com as medidas anunciadas, e reagiram da melhor maneira possível. Na ocasião, o presidente do Cancão de Fogo fez o pagamento do “bicho” da partida contra o Fluminense de Feira e prometeu até o final do mês pagar os dias trabalhados até esta data.