Notícias

Juazeirense luta até o final, mas acaba perdendo para o Santa Cruz no Recife


Ainda não foi desta vez que a Juazeirense somou os seus primeiros pontos fora de casa nesta Série C. Jogando no estádio do Arruda, no Recife, o Cancão acabou derrotado pelo Santa Cruz por 1x0, estacionou nos nove pontos e ocupa, momentaneamente, a sexta posição do Grupo A. Na próxima rodada, o Cancão recebe o Botafogo-PB, próximo sábado, no Adauto Moraes.

A partida começou em um ritmo lento no Arruda. Com muita marcação no meio, o Cancão demorou para encontrar o caminho do gol. A primeira chance na partida só surgiu aos 20 minutos. Após jogada pela direita de Victor Sapo, Toni Galego finalizou dentro da área e exigiu boa defesa do goleiro do Santa.

Só que foi o Santa Cruz que abriu o placar. Aos 30 minutos, Arthur Rezende rolou a bola para Robinho que finalizou com força, sem chances para o goleiro Tigre. O Cancão tentou responder de forma imediata com Juninho Tardelli, em cobrança de falta, mas o meia errou o alvo.

O segundo tempo começou ainda mais truncado, com muitas faltas e um festival de cartões amarelos distribuídos às duas equipes. O Santa Cruz ainda ficou com um a menos, quando o lateral Allan Vieira fez falta em Toni Galego e recebeu o segundo amarelo.

Com a vantagem numérica em campo, o Cancão foi atrás do empate no Arruda. Victor Sapo invadiu a área, cruzou e a zaga cortou parcialmente. No rebote, Jussimar mandou por cima do gol. A pressão continuou. Rayllan foi na linha de fundo e cruza na área, Toni Galego dominou e bateu para a boa defesa do goleiro do Santa.

Jussimar perdeu duas boas chances para deixar a partida igual. No final, muita pressão do Cancão em uma série de escanteios, mas o Santa Cruz conseguiu se segurar na defesa e evitar o empate do Cancão.

 

FICHA TÉCNICA

 

SANTA CRUZ: Tiago Machowski; Vítor (Danny Moraes), Sandoval, Augusto Silva e Allan Vieira; Charles (Henrique Ávlia), Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende; Valdeir (Fabinho Alves), Robinho e Augusto. Técnico: Roberto Fernandes.

JUAZEIRENSE: Tigre; Carlinhos, Júnior Gaúcho (Rayllan), Eron e Deca; Waguinho, Patrik (Jussimar), Capone e Juninho Tardelli; Toni Galego (Jildemar) e Victor Sapo. Técnico: Aílton Silva.

 

ESTÁDIO: Arruda, no Recife.

GOLS: Robinho, aos 30 minutos do primeiro tempo.

CARTÃO AMARELO: Patrik, Júnior Gaúcho, Eron e Carlinhos (Juazeirense); Allan Vieira, Charles e Augusto (Santa Cruz).

CARTÃO VERMELHO: Allan Vieira (Santa Cruz)

ARBITRAGEM: Luiz César de Oliveira Magalhães auxiliado por Samuel Oliveira Costa e Anderson Moreira de Farias (todos do CE).