Notícias

Cancão se impõe e bate o Náutico por 2x0 no Adauto Moraes


A goleada sofrida no Acre ficou no passado. Em casa, a Juazeirense mostrou a força do seu grupo e voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro da Série C. No Adauto, o Cancão foi bastante superior ao Náutico e venceu o time pernambucano por 2x0. Jussimar e Victor Sapo garantiram a terceira vitória do Cancão no Brasileiro. Agora, o time soma nove pontos e aguarda o fechamento da rodada para saber a sua posição na tabela.

O técnico Ailton Silva teve que driblar um problema de última hora para escalar o time. O goleiro recém-contratado Thiago Passos sofreu uma ruptura no tendão de Aquiles e terá que se submeter a um procedimento cirúrgico. Com Tigre vetado, Bruno Neri assumiu a meta do Cancão.

Em campo, a Juazeirense mostrou desde o apito inicial que iria buscar o triunfo. Na primeira chance, Toni Galego roubou uma bola no ataque, girou e bateu bonito. Goleiro do Náutico foi buscar. Em seguida, Jussimar levantou bola na área e Júnior Gaúcho subiu sozinho e tocou a redonda por cima do gol adversário. Em outra bola levantada na área, o zagueiro Eron acertou a trave. De tanto pressionar, o primeiro gol saiu. Tardelli cobrou falta, Victor Sapo tentou de cabeça, mas a zaga tirou parcialmente. Na sobra, Jussimar encheu o pé para estufar as redes do time pernambucano. E o segundo gol saiu ainda no primeiro tempo. Destaque do jogo, Toni Galego foi no fundo e cruzou rasteiro na área. A zaga do Timbu cortou mal e o atacante Victor Sapo teve tranquilidade para colocar a redonda para o fundo do gol.

Na segunda etapa, o Náutico ensaiou uma reação, mas o Cancão estava bem postado em campo e aproveitou para explorar os contra-ataques. E em uma dessas investidas, a Juazeirense quase chega ao terceiro gol. Tardelli foi no fundo e cruzou. O lateral Carlinhos se antecipou à marcação e de peixinho mandou por cima do gol.

Bastante à vontade em campo, o time do Cancão tocava a bola em busca do terceiro gol. Raylan, que entrou em no jogo, lançou Toni Galego que cruzou na cabeça de Jildemar. A zaga colocou para escanteio na hora certa. E a pressão continuava. Carlinhos balançou na frente da marcação, foi no fundo e cruzou para Toni Galego testar bonito. O goleiro Bruno foi buscar. Fim de jogo e festa do Cancão em campo!

 

FICHA TÉCNICA

 

JUAZEIRENSE: Bruno Neri; Carlinhos, Júnior Gaúcho, Eron e Deca; Waguinho, Patrik (Capone), Jussimar (Raylan) e Juninho Tardelli; Toni Galego e Victor Sapo (Jildemar). Técnico: Aílton Silva.

NÁUTICO: Bruno; Luiz Henrique, Negretti, Camutanga e Thiago Costa; Jonathan, Jobson (Régis), Dudu (Tarcísio) e Robinho (Rafael Assis); Ortigoza e Lêle. Técnico: Dudu Capixaba.

 

ESTÁDIO: Adauto Moares.

GOLS: Jussimar, aos 24, e Victor Sapo, aos 44 minutos do 1º tempo.

CARTÃO AMARELO: Waguinho, Raylan e Deca (Juazeirense); Robinho, Jobson e Ortigoza (Náutico)

ARBITRAGEM: João Arruda, auxiliado por João Luiz Coelho e Gabriel Viana.